FRIACA É UMA CACA

Já escrevi aqui que sou o Homem-Aranha. Porém tenho algo de Superman. Além de usar óculos de nerd, é o sol que me dá forças. Quando o dia está sem sol, então eu fico triste e sem forças. O frio e o céu cinza são minhas criptonitas.

Em dias frios, nem da cama eu consigo levantar. Fico mais chato do que de costume. Quando está frio até meu pirulito encolhe.

O frio definitavemte não é uma coisa boa. Por isso, se tem algo que não me entra na cabeça, além do bonézinho do meu Comandos em Ação, é o fato de pessoas irem para Campos de Jordão em pleno inverno. Por que alguém acha que o frio em um lugar geograficamente gelado é uma boa pedida para fazer turismo? Porque alguém pagaria para sentir frio?

A pessoa pega um grana, investe em agasalhos, gasolina, vai pra Campos de Jordão. Fica trancafiado em um chalé. Depois diz que passeou. Ela passeou trancada em um chalé!

Me disseram certa vez:
 
- Eu adoro curtir um frio!
 
Quero que alguém me ensine a curtir um frio, pois juro que não sei fazer isso. A pessoa vai pra Campos de Jordão curtir um frio e fica de agasalho sentada em frente a lareira se esquentando. Isso não é curtir o frio. É curtir o calor. Quer curtir o frio sai correndo pelada na geada.

- Eu amo frio!
- Se você ama tanto assim o frio, porque faz questão de se esquentar cada vez que sente ele?
O frio é uma coisa ruim. Até os animais sabem disso. Por isso que as aves no inverno migram para o Norte. O maior indíce de suicído são em paises frios. Eu também me mataria se morasse num país sem calor.

Estou sem ânimo de continuar esse Post, pois o frio está me sugando as idéias. Pra falar a verdade meus dedos estão congelados nesse momento. Os pés também estão. E meu pirulito? Vocês já sabem...continua encolhido.

OBS: Nunca me convidem para ir pra Campos de Jordão... pelo menos não em pleno inverno.


Escrito por Danilo Zero às 23h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




PALAVRAS PROIBIDAS

Eixistem quatro palavras que eu proíbo de usarem perto de mim.

Tenho vergonha até mesmo de ouvi-las. Quanto mais de citá-las. No entando, preciso escrevê-las hoje aqui, para que compreendam o que eu quero dizer.

Podem falar o que quiserem, mas por favor, nunca digam essas palavras perto de mim:
  • Cocô
  • Xixi
  • Pum
  • Bumbum
Não existe nada mais ridículo do que dizer: "Vou fazer cocô".
 
Que coisa idiota e patética isso! Dizer isso é como dar um apelido carinhoso para algo muito feio, somente para disfarçar a feiura desse algo. É como se a pessoa dissesse:
 
- Não... que isso! Esse negócio marrom e pastoso aí que fede não é bosta não. É cocôzinho! Olha só que lindinho o cocôzinho! bilú..bilú..bilú....

Ou então
 
- Sou uma pessoa fina e educada. Não cago nunca! Apenos faço cocô.

A quem estão querendo enganar? Por acaso o cocô fede menos que a bosta? Não né! Então é tudo a mesma merda. Sem hipocrisia nas palavras.Vamos admitir. É tudo bosta, poxa!

Não tem nada de educado dizer que "vai soltar um pum". Não vejo onde está a educação em ser patético. Vamos admitir. Os gases que saem do seu estômago fedem demais, portanto eles não tem nada haver com uma palavra infantilizada de três letras.

É PEIDO mesmo entenderam? P-E-I-D-O...PEIDOOOOO. Vamos admitir! É Peido gente!

Quem nunca ouviu uma gostosa dizer que faz ginástica para "endurecer o bumbum"? Porque querem me convencer que é educado chamar uma puta bundona daquela de bumbum?

Desde criança abomino essas palavras por acharem elas ridículas demais. São palavras que não têm nada haver com seus produtos. Seria o mesmo que eu chamar o vômito de "pimpão".

Pense nisso antes de dizer essas palavras patéticas e evite ser uma pessoa ridiculamente educada.

Lembre-se: Pisar no cocô é uma coisa chata e patética. Agora pisar na bosta não. É uma coisa engraçada! Nojenta... mas engraçada!


Escrito por Danilo Zero às 23h25
[   ] [ envie esta mensagem ]




EU SOU DA PAZ...ELES NÃO

Eu tenho uma boa solução para diminuir a violência no Brasil: Armar a população!

Não só armar a população como também ensiná-la a usar a arma! Poderíamos fazer uma campanha do armamento.
Se eu fosse um bandido, iria pensar 2 vezes antes de atacar um cidadão que poderia estar armado.

Isso sim diminuiria a violência. Como ninguém pensou nisso antes? Ou melhor, por que estão fazendo exatamente o contrário?

Raciocine comigo:

1) Quem comete atos de violências são marginais e bandidos e não pobres cidadões comuns.
2) Quem atende ao apelo da campanha do desarmamento são pobres cidadões comuns e não marginais e bandidos.
3) Logo, quem vai se desarmar são os pobres cidadões comuns que não fazem mal pra ninguém e não os bandidos e marginais que fazem.
4) Após a camapanha do desarmamento terminar, estará tudo como era antes, com a diferença que, se algum marginal ou bandido entrar na casa do pobre pai de família, ele não tem nem ao menos como defender sua prole.

A campanha do desarmamento é a favor da falta de violência contra os marginais e bandidos e não a favor da paz pros cidadões comuns.

Contemple abaixo a CENA 1 e a CENA 2. Veja qual você classificaria como REALIDADE e qual você acha que é pura FANTASIA:
 
CENA 1
Um marginal que usa arma para atacar cidadões comuns está vendo televisão. Passa o comercial da campanha do desarmamento.
Ele fica comovido com tudo aquilo e pensa:
- Poxa..eles tem razão... arma é uma coisa feia... e quem usa ela é feio... vou entregar a minha para ajudar a acabar com a violência.
 
( ) CONTO DA CARONCHINHA ( ) REALIDADE

CENA 2
Um marginal que usa arma para atacar cidadões comuns está vendo televisão. Passa o comercial da campanha do desarmamento.

- uhAuhaUHAUHaUH... agora que vou esturpar tudo mundo e roubar pra comprar drogas mesmo, pois nem arma mais esses panacas vão ter para se defenderem de mim...

( ) REALIDADE ( ) FANTASIA


Já ouvi alguém dizer uma vez que vivemos em um tipo de guerra, tamanha a violência. Essa pessoa falou bosta. Em uma guerra os dois lados estão armados. Portanto ela é mais justa. O que vivemos não é uma guerra, pois só meus agressores estão armados. Isso se chama massacre.
 
No velho oeste era assim: cada um andava com seu trabuco na cintura. Sem importunar ninguém. Se você mexeu comigo, então vamos resolver ao meio-dia, num duelo. Quem ganhou ganhou. Quem não ganhou azar. Sem morosidades da lei injusta e sem covardia. Sem direitos humanos para meu agressores. Que vença o melhor.

Hoje em dia, quase 150 anos depois é assim: Eu ando acuado na rua, quem vier e mexer comigo, não me convida pro duelo nem nada. Me dá um tiro e leva meu dinheiro.

Há 150 anos atrás erámos mais civilizados. E mais justos também.

Eles pagam R$ 300,00 para cada arma entregue na campanha. Se eu fosse bandido, acho que consegueria bem mais que isso com uma arma na mão.

Para o pai de família talvez seja vantagem. Não pelo dinheiro, mas para "limpar" a consciência de ser um "colaborador da violência".

Para esses que entregam suas armas e recebem os R$ 300,00 de incentivo do governo eu vou dar uma dica de investimento: Pegue os R$ 300,00 e não coloque no banco. Guarde em um cofre ou em um lugar secreto, caso contrário, quando for sacar os R$ 300,00, um bandido pode enfiar uma arma na sua cara e levar todo esse dinheiro num piscar de olhos.

Só gostaria de saber para onde vão as armas arrecadadas nessa campanha. Talvez governo entregue elas ao exército que por sua vez revende aos bandidos e traficantes. Não, não. Acho que estou implicando demais com o governo. Os bandidos e traficantes nunca comprariam essas armas. Eles já tem metralhodoras e granadas.


Escrito por Danilo Zero às 10h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Desde os quatro anos de idade queria ser o Homem-Aranha. Vinte anos depois eu consegui!

Quem viu o filme Homem-Aranha 2 e quem conhece minha situação de vida atual sabe que, sem dúvida, eu sou o Homem-Aranha.

O Homem-Aranha do filme não tem família, mora só com sua tia velha que teve seu pedido de empréstimo negado pelo banco. Por mais que se esforce ele só faz merda. Ele também é um Nerds substimado, que vive sem grana e não consegue um emprego decente, sendo preciso viver de bicos. Está estressado, chateado e sem sorte na vida sentimental. Pra piorar está perdendo seus poderes. Nem ser um cara normal ele consegue.

Substituia a palavra HOMEM-ARANHA por DANILO e a palavra TIA por MÃE e pronto! Vocês tem um resumo da minha vida atual. Até mesmo no que diz respeito a perder os poderes.
Sim. Estou perdendo meus poderes! Não que eles sejam grande coisa. Mas poxa... eram tudo que eu tinha!
Sabe meu poder de falar merda? Nem isso eu consigo mais! Estou mais sem graça do que antes. Perdi meus poderes. Por isso, como não consigo nem mais dar minha habitual "opinião sobre o nada" eu vou apelar e pedir ajuda aos meus amigos. Sim! Eles que vão me ajudar nesse período de crise, pois já faz semanas que não escrevo nesse meu diário.

Como meus amigos me ajudarão? Simples. Vou apenas relatar algumas coisas que eles protagonizaram e me deram o prazer de prescenciar. Segue abaixo fatos reais, com nomes reais das pessoas que os fizeram. Eu presenciei todos eles e garanto... é tudo verdade:

ALÔ, DANILO?

Sexta passada, o dia que fui ver Homem-Aranha 2 o telefone tocou. Era meu amigo Erick:

- Alô...Danilo?
- Fala Erick..seu picas...
- Porra..teve o maior acidente aqui perto da sua casa... um caminhão entrou dentro da casa da mulher!
- Tô ligado.. Onde você está agora?
- Na frente do seu portão!
Eu sai no quintal com o telefone na mão, e lá estava o grande Erick. Falando no celular comigo, parado, em frente meu portão! Ele saiu da casa dele, a Kms de distância, para vir em frente o meu portão e me ligar. Não. Ele não estava fazendo graça. Ele fez aquilo sério!


PRA ONDE EU VOU DANILO?

Novamente... meu grande amigo Erick me liga... faz 1 ano e 1/2 isso:
- Alô. Danilo?
- E ai seu merda. Onde você está Erick?
- Estou no centro de Santo André.
- Vem pra casa aí...
- Beleza...
Passou-se uns 40 minutos. Meu telefone toca:

- Alô. Danilo?
- Caraio. Onde você está Erick?
- Tô em casa... e agora?
- Caralho? Seu FDP...
- Porra..você não mandou eu ir pra casa?
- Eu disse na MINHA casa! Vem pra MINHA casa!
- Ahh..falou..vou aí... estou indo...

GOSTA DE AMEIXA?

Levei o Erick (ele de novo!) para almoçar na casa do meu amigo Carlos. Na hora da sobremesa a mãe do Carlos que cozinha que é uma delícia pergunta ao então convidado do convidado Erick:

- Quer manjar Erick?
- Sim!
- Gosta de ameixa?
- Sim...
- Então vou colocar duas tá?
- Tá...
Bom... acontece que o Erick comeu tudo e deixou no prato somente as ameixas. Isso porque ele gosta!


QUE MERDA DE CURRÍCULO

Um típica história de filme americano... Mas juro... é verdade. Aconteceu em Maio de 2003. Eu trabalhava no Depto. de Marketing de um Shopping e surgiu uma vaga para Estágio lá. Então arrumei entrevista para meus 2 melhores (e únicos) amigos da Faculdade: Carlos e Robson!

Era uma manhã chuvosa, e Carlos chega ensopado para entrevista. Com ar de desespero:

- Danilo... Você não acredita!
- O que ?
- Eu tava vindo para cá e deu vontade louca de cagar no meio do caminho...eu parei num boteco e caguei.
- E aí?
- Não tinha papel! Ai eu tive que limpar o cú com o currículo!
- AUHuhAhuAUHAuhAuhAuhAuhaUHaUHUAH

O cara limpar o cú com o currículo bem no dia da entrevista é foda! Ele podia ter usado a meia. A própria cueca. Ou até mesmo lavar a bunda na pia. Mas limpar com o Currículo momentos antes da entrevista?

Eu imagino se ele tivesse guardado o currículo e levado para entrevista cheio de merda... já pensou?

- Poxa vida! Esse seu currículo é uma merda hein! É um verdadeiro CÚrriculo!
No fim das contas, logo após a entrevista, que ele fez sem currículo, foi cagar de novo. Eu e o Robson (que não me deixa mentir) acompanhamos o cagão do Carlos no banheiro. Olhamos por baixo da porta do banheiro (banheiro de shopping, sabe) e vimos o Carlos se "despindo". Tirou sapato..meia...e tal...

- Carlos... o que você está fazendo?
- Puta meu... não consigo cagar de roupa!
HAUuhAUHAuhauhAuha..em pleno shopping ficar pelado pra cagar... bem no dia que limpou o cú com o currículo... é um pouco demais...

Fim dessa história: Do jeito que ele é CAGADO, acabou passando na entrevista e ficou com o emprego!


EMPURRA!

Carnaval de 2003. A falta de opção me convenceu a ir para o litoral com meu amigo Rodrigo. Eu fui deitado no banco, porque não estava nem um pouco empolgado com a viagem de merda.

Me surpreendi quando chegamos lá e eu levantei a cabeça pelo vidro. Eu contemplei a paisagem e as pessoas: Coqueiros, pretos rebolando e batuques de tambores. Tomei um choque e perguntei:
- Nossa.... chegamos na África?
- Não..é a Praia Grande!
Mas não é essa a história que vou contar.

Acontece que ficamos um dia lá e não aguentamos. Resolvemos ir embora. Afinal, como somos espertos, não queríamos ir embora no último dia do feriado, pois, todos iam querer ir embora nesse dia, e iríamos ficar presos no congestionamento.

Para nosso azar, todos que estavam lá eram tão espertos como nós, e ficamos presos no congestionamento.

Nem chegamos na rodovia e já tinha uma enorme fila de carros. Segundo meu amigo Rodrigo, era só aquele "trechinho". Engraçado: duas horas e meia depois, estávamos ainda naquele "trechinho".

Foi quando liberaram o lado oposto da Anchieta, na operação subida. Ou seja, os carros agora podiam subir na pista que normalmente é usada para descer. Não pensei duas vezes e sugeri:

- Rodrigo... Sobe em cima do canteiro e atrevssa pro lado de lá, porque senão vamos chegar em casa só na quarta-feira de cinzas
- Não..não... a gente pode tomar multa!
- Teu cú! Tá vendo guarda com caderninho aqui anotando quem vai subir no canteiro?
- Não não..deixa...
Foi quando vimos todos carros que estavam na nossa frente fazer adivinha o que? Exatamente... subir no canteiro e atravessar pro outro lado da pista. Então o Rodrigo se convenceu que não tomaria multa e fez o mesmo.

Acontece que, o carro atolou na lama do canteiro. Não queria desatolar. Era uma cena típica de Chapolin. Quem descia pra ver tomava lama na cara. Sem contar que se formou um congestionamento agora no canteiro graças ao nosso carro. Seria o que, pelo raciocício do Rodrigo, poderíamos chamar de, um mini "trechinho".

Saindo do controle a situação, fizemos o óbivo. Descemos eu, a Débora (mina do dito cujo), Ed e Daniel para empurrar o carro. Fazíamos muita força, mas o carro não saía do lugar.

Quando eu olhei para o lado, adivinha quem estava me ajudando a empurrar o carro? O motorista Rodrigo!
- Porra...Rodrigo... Vai lá no carro acelerar burro!
- Mas eu tenho que ajudar a empurrar também!
- Mas e o carro?
- Eu puxei o freio de mão!
Sim. Ele foi ajudar a desatolar o carro. Com o freio de mão puxado!

Posso dizer, por essas e por outras mil, que o Rodrigo está lado-a-lado com o Erick nesses casos da vida real. Tanto é que o próximo assunto contém apenas frases ditas por ele:


MÁXIMAS DO RODRIGO

Tentando ganhar de mim na discussão, quando éramos garotos:
- É? Sou pobre? Mas bem que o mendiguinho aqui tem master system!

Brigando com o funcionário do cinema :
- Isso é um desaforo. Eu vou chamar o Gerente e dizer pra ele que vocês tiraram a gente da fila e fez a gente pegar fila lá na fila.

Tentando me convencer a ir para o litoral:
-Ih... não esquenta não... lá tem esgoto, mas o esgoto que tem lá é bosta.

Falando com sua namorada:
- Ah não...as Déboras daquela pizzaria não tem sabor de Débora.

No Habibs:
- Humm... a delícia desse pastelzinho é o sabor quente queimadinho.

Na Tok Stok ,enquanto eu fazia de um abajour um objeto obsceno:
- Para com isso.... será que você não consegue ver as coisas sem olhar?


A BARRACA DO MEU VIZINHO

É a vez do irmão do Erick! Wesley! Dentre inúmeros casos, selecionei esse.

Queríamos acampar. O Wesley veio com idéia que seu vizinho tinha uma barraca do tamanho do mundo.

- Meu vizinho tem uma barraca lá....Nossa...é do tamanho da sua casa... sem exagero...cabem umas 30 pessoas.
- Puta que la merda!.... huAuhaUHAUhauha..vai te fudê... que mentira!
- Serio...juro cara..outro dia ele montou na rua....e eu vi..era barraca de exército sabe... parece uma casona mesmo... Ele usa ela pra cobrir o caminhão dele!
- Tá tá tá....

No outro dia
- Falei com meu vizinho..a barraca é da hora..cabem umas 15 pessoas...
-Caraio..não eram 30?
- Não...eu pensei que cabia mais...mas cabem 15..dá pra levar um monte de gente
- Teu cú que cabem 15...
- To falando... a barraca é do tamanho do seu quintal...

No outro dia
- Ele vai emprestar a barraca...mas ele acha que está meio zuada a barraca e tal...
- Acho melhor eu levar a minha...
- Não precisa..a dele cabe umas 10 pessoas...
- Nem falo nada...

No dia do acampamento
- Caraio..q porra de saco véio é esse?
- É a barraca do meu vizinho.
- Que merda.
- Merda nada. Vai ver a hora que montar! Cabem umas 8 pessoas!

Na hora de montar
- Vixi..não estou achando os ferros....
- Você só trouxe as lonas...você é burro neh?
- Não meu..a gente amarra na árvore!
- Que merda vai ficar... olha isso..tá cheio de buraco... e se chover?
- Não vai chover não...

Depois de montada
- UHAuhAuhauhAuha...que merda isso...parece uma favela caraio!
- Ah..não ficou tão mal...
- Olha isso..parece aqueles acampamentos de cigano...que nojo...
- Ah..é que faltou os ferros...
- Não cabem nem 4 pessoas aí dentro....
-Ah...mas a gente amarra uns sacos aqui fora e uma pessoa dorme nele...
- E que fedô é esse? Que cheiro de merda Wesley!
- É mesmo!
- Seu picas... você montou a barraca em cima da merda de cavalo..olha só...olha só!
- Pior que é...mas não esquenta não...
- Não esquenta? Vc vai dormir em cima da merda?
- Não tem problema...pois eu cobri o chão com lona...
- Cobre esse cheiro com lona então...

No fim, eu dormi na minha barraca e ele dormiu em cima da merda. Ah sim, choveu.


VAMOS PROCURAR EMPREGO

Vou finalizar esse post, com o grande rei do assunto.

Era um dia chuvoso, e conforme combinado, as 8h00 da manhã o Erick (ele mesmo!) passou em casa para procurarmos emprego. Ele todo de social claro.

Como era muito cedo perdi a hora. Ouvi o Erick me chamar no portão e gritei: -Entra!
Ele entrou e eu disse:
- Estou morrendo de sono. Perae. Vou fechar os olhos na cama por 5 minutos e abrir para acordar mais diposto.
- Tá....
Como disse eram 8h00 da manhã. Fechei meus olhos e acordei somente 12h40.

Desesperado fui para sala. Foi quando encontrei deitado no meu sofá o Erick, todo de social, com a pasta de currículos no colo, dormindo e babando.

Bem...deixamos para procurar o emprego no outro dia. Não encontramos nenhum.


É bom poder contar com os amigo

Escrito por Danilo Zero às 09h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




A MAGIA DO PALAVRÃO

Não sou fã da língua portuguesa, mas sou grato a ela pela variedade de palavrões que concedeu a mim.
 
O palavrão é uma expressão única, um dos poucos tipos de palavras que podem ser usadas para os mais variados propósitos. Perceba:

- XINGAR: O seu viado do caraio..olha por onde anda!
- CUMPRIMENTAR UM AMIGO: E aeee seu viado do caralio! Como vai!
- DESPEDIR-SE DE UM AMIGO: Falou aí seu viado do caraio! Se cuida!
- DIZER A VERDADE SOBRE ALGUÉM: Aquele cara lá dá hein...é um viado do caraio!
- ESTRAVAZAR A DOR: Esse martelo é um viado do caraio!
- DIVERTIR O PESSOAL: E aí viadada do caraio! hahahahaha

Perceba que usei como base apenas duas palavras (viado e caraio). Duas palavras foram mais do que suficientes para as mais diversas situações. Somente os palavrões nos permitem essa flexibidade e desenvoltura. São verdadeiras jóias da chata língua portuguesa.

Além disso, o palavrão é mais forte do que qualquer adjetivo, advérbio de tempo ou lugar, ou outra merda que imaginar. Faça a prova logo abaixo:

1) Por favor. Poderia fazer a coisa certa e tomar no seu (...)
2) Ah. Então é assim. Seu filho de uma
(...)
3) Nossa. Ele mora longe. Ele mora lá na casa do (...)

Nos três exemplos acima eu substitui uma palavra por três pontos (...). Porém, ao ler a frase, o que você imaginou no lugar desses (...)?

Na frase 1 vc pensou em COPO ou em ?
Na frase 2 vc pensou em PUTA ou em CHOCADEIRA?
Na frase 3 vc pensou em CARALHO ou em JOÃO?

Isso comprova uma coisa: o palavrão é mais forte do que qualquer outra palavra.

O problema do palarvrão não é a boca que o fala e sim a mente que o pensa.

Acha mesmo que quando digo para você: "VAI TOMAR NO CÚ", na minha mente eu estou projetando a imagem de um pênis adentrando o orifício anal de tal pessoa? Claro que não! TOMAR NO CÚ pra mim, é uma expressão como qualquer outra. Seria o mesmo que eu dizer "poxa..vai te catá".

Você pode me questionar dizendo: "Então porque você não diz "VAI TE CATÁ" já que é tudo a mesma coisa?"
 
Oras. É porque "VAI TE CATÁ" não tem graça dizer. É patético e demonstra cabacice da parte de quem fala. Seria como aqueles filmes da sessão da tarde onde o bandido xinga o mocinho de FILHO DA MÃE. Que bandido em sã consciência xingaria alguém de FILHO DA MÃE?

Quando estiver estressado experimente dizer para as pessoas ao seu redor, para o mundo e para você mesmo um sonoro FODA-SE. Não tem coisa melhor. Relaxa que é uma beleza. Faça a prova. Tente dizer outra palavra do tipo DANE-SE. Vai ver que não surte o mesmo resultado. Essa é a magia do palavrão!

E vou terminando por aqui. Caso não tenha gostado do assunto de hoje, sabe muito bem o que te aconselho a dizer pra mim.


Escrito por Danilo Zero às 10h55
[   ] [ envie esta mensagem ]




NA FILA DO FILÉ

Brasileiro ama fila.

Isso me rendeu uma briga no self-service hoje. Havia fila para pegar comida (igual em escola, para pegar merenda).
 
Eu não respeitei a fila. Peguei o prato, o arroz, oa salada e o bife. Pronto. Em menos de 30 segundos me servi. A pessoa que estava na minha frente a mais de 10 minutos decidindo o que comer se ofendeu:

- Tem gente que é folgada.
[ignorei]
- Droga. Vai lá pra fila. Volta pro fim da fila.
- Calma. Não precisa ficar desesperado. Embora eu esteja pegando um pedaço de carne mal passada, essa não é a fila do transplante. Ninguém vai se prejudicar.
- Engraçadinho. Porra. Corta fila. Tá morrendo de fome?
- Não. Estou morrendo de tédio de ver você demorar. Quem deve estar morrendo de fome é você. Olha só seu prato. Você está pegando de tudo! Por isso está demorando. Por acaso essa é a primeira vez que vem em um restaurante por kilo ou essa é a sua última refeição?
 
Ele quis me agredir. Tudo porque eu não segui a fila da comida. Não importa que não atrapalhei e nem prejudiquei ninguém.

A lei da fila é essa: Você é proibido de ser eficiente se a pessoa que está na sua frente é lerda.

Eu me sinto bem quando me sinto o menos brasileiro possível. Por isso eu evito filas. Quando acabei de comer, olhei para o caixa e tinha fila. Fiquei 2 minutos sentado, pensei na vida, tirei comida do aparelho e fui pro caixa. Paguei tudo. Sem fila.

O aposentado pode ir das 10h00 às 16h00 no banco. É só ele chegar, entrar, ir pro caixa e retirar seu dinheiro. Ele não pega fila e tem o dia todo para fazer isso. Porém ele faz questão de acordar às 4h00 da manhã e ficar na fila esperando o banco abrir até as 10h00.

Dia de semana:
- Acorda e pega fila na padaria.
- Pega fila pra entrar no ônibus.
- Pega fila pra pagar o ônibus.
- Pega fila no metrô (pra subir escada rolante, entrar, sair).
- No serviço pega fila pra entrar no elevador.
- Na almoço pega fila no refeitório.
- Pega fila no banco.
- Pega fila no mercado.
- Caso decida fugir da fila do transporte público, vai de carro e pega Kms de fila de congestinamento.

No Sábado
- Pega fila pra comprar ingresso no cinema.
- Pega fila pra entrar no cinema.
- Pega fila pra sair do cinema.
- Pega fila para pagar o estacionamento.
- Pega fila pra sair do estacionamento.

No domingo
- Acorda bem cedinho, vai pra missa e pega fila pra receber a óstia.


A fila é uma instituição sagrada no Brasil.

O cara do self-service deve ter ficado puto comigo porque eu desrespeitei a "sagrada fila". Você pode estar sangrando, vomitando, cagando. Não importa. Não desrespeite a fila! Primeiro a fila. Depois você.

A única coisa nessa vida que brasileiro tem é um lugar na fila. Talvez por isso eles protegem isso com unhas e dentes:
 
- Sai. Esse lugar é meu. (até que enfim tenho algo).

- Vai lá pro fim da fila! (até que enfim estou na frente de alguém na vida).

- Hey. Onde pensa que vai? A fila é lá! (uau...sabia que um dia alguém ia me obedecer!)

- O que é isso? Uma fila? Obaaa... estou nessa!

- Minha filha nasceu! Onde é a fila pra registrar?

- Meu vô morreu. Vamos pegar o caixão e levar até o túmulo. Todos em fila por favor.

Não importa que o cara da frente atrasa sua vida. Não importa que o que você faria em 2 minutos vai ter que fazer em 3 horas por causa da lerdeza de quem esta na sua frente. O que importa é se você respeita ou não a fila.

Como publicitário vou inventar uma nova mídia: FILADOOR. Vai ser o veículo mais visto no Brasil. Quem quiser anunciar no FILADOOR vai ter que entrar na fila e preencher o formulário. Vai ser um sucesso. Até quem não tem nada o que anunciar vai querer, só pelo simples prazer de ficar na fila pra preencher o formulário.

O Brasil gosta tanto de fila que está até hoje na fila do desenvolvimento, atrás da Colômbia, Guatemala e de algum outro país miserável que você imaginar.

Se não gostou desse meu texto e quer me xingar ou criticar, entre na fila. Já tem um monte de gente na sua frente.


Escrito por Danilo Zero às 10h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




NÃO VALE A PENA VER DE NOVO

Ninguém pára de falar no último capítulo de Celebridade que vai ao ar hoje. Não resta dúvidas que isso se deve a mente do povo brasileiro ser acostuma a só pensar e comentar o que não traz proveito algum.

Eu, vou revelar aqui quem matou esse tal de Lineu. Sei que vou acertar mesmo nunca tendo assitido um capítulo sequer dessa novela. Se você quer guardar a surpresa para hoje a noite NÃO LEIA A LINHA DE BAIXO, POIS EU VOU REVELAR QUEM MATOU ESSE TAL DE LINEU:

Quem matou Lineu foi:
A mesma pessoa que matou Odete Roitman: Uma personagem idiota qualquer, que com certeza já apareceu em outra novela com outro nome e outro rosto.

Perceba que todas as novelas são iguais. Antes de resenhar todas as novelas que atualmente estão passando, não posso deixar de fazer um paralelo entre a atual CELEBRIDADE e a antiga VALE TUDO (não por coincidência do mesmo autor Gilberto Braga)

VALE TUDO: Regina Duarte era pobre e ficou rica e famosa graças a sua garra e força de vontade. Ela é uma pessoa de caráter. Sua inimiga é sua filha que tem um caso com um puto que faz programa. Junto eles armam mil e umas e enganam a todos, até que no fim se fodem legal. No meio da novela, a personagem rica e arrogante Odete Roitman é misteriosamente assassinada. Só descobrimos quem é o assassino no último capítulo.
 
CELEBRIDADE: Malu Mader era pobre e ficou rica e famosa graças a sua garra e força de vontade. Ela é uma pessoa de caráter. Sua inimiga é sua antiga ex-amiga que tem um caso com um puto que faz programa. Junto eles armam mil e umas e enganam a todos, até que no fim se fodem legal. No meio da novela, o personagem rico e arrogante Lineu Vasconcelos é misteriosamente assassinado. Só descobrimos quem é o assassino no último capitulo.
 
Ainda dizem no comercial que grandes surpresas aguardam você no ultimo capítulo da novela.

Vamos resenhar agora os temas centrais das atuais novelas:
 
MALHAÇÃO: Gostosinha carioca gosta do garoto fodanchão mas namora o panacão. Muitos motivos impedem eles de ficarem juntos. Claro que no final tudo dará certo.
 
CABOCLA: Menina da roça com sotaque carioca e cara de Paty gosta do garoto fodanchão que veio da cidade mas namora o caipira chucro. Muitos motivos impedem eles de ficarem juntos. Claro que no final tudo dará certo.
 
DA COR DO PECADO: Neguinha gostosa do nordeste com sotaque carioca gosta do Galã Fodancha Paco mas namora o preto sem graça que está na novela só porque é irmão da Camila Pitanga. Mutios motivos impedem eles de ficarem juntos. Claro que no final tudo dará certo

CELEBRIDADE: Malu Mader é uma carioca que gostava do baianão que não sei como é galã Marcos Palmeira, mas foram separados por muitos motivos. Claro que na última semana ficarão juntos.
 
 
Bom. É isso. Hoje vou parar por aqui. Não vou mais me repetir... repetir..repetir..repetir..repetir...


Escrito por Danilo Zero às 08h23
[   ] [ envie esta mensagem ]




PRA QUE UM DIÁRIO?

Eu me pergunto: pra que escrever um blog?

O que faz uma pessoa pensar que alguem está interessado em ler as coisas pessoais (e chatas) que ela escreve?

Quando era criança peguei escondido o diário da minha irmã pra ler. Que coisa chata.

E Star Trek então. É outra coisa chata.
O que tem haver Star Trek com o diário da minha irmã e com meu Blog? É que o Blog é um diário onde qualquer idiota escreve a merda que quiser (como o diário da minha irmã).E Star Trek sempre começa assim: Diário de Bordo, ano estelar cacetadas e tal...

Algo que começa como sendo um diário só pode ser chato mesmo.

Se é tão chato um Blog, então por que eu fiz um?

Por 2 motivos:

1) Eu sou chato.
2) Quero aprimorar minha chatice.

Eu não vou convidar ninguém pra ler meu blog. É muito chato ler essas merdas de blog dos outros. Minha vida já está chata o suficiente. Por que eu me chatearia com as chatices da vida alheia?

Esse é o meu raciocínio: não leio Blog de ninguém. Churumelas pra todos.

Se alguém que não sou eu está lendo isso é porque eu provavelmente convidei pra visitar meu Blog. Isso comprova 3 coisas:

1) Eu sou chato mesmo.
2) Além de chato sou hipócrita.
3) Você tem um saco enorme, pra ler tudo isso que escrevi até aqui. A última linha.


Escrito por Danilo Zero às 11h33
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
<-- s i t e !
 
Posts Arquivados
   01/01/2007 a 31/01/2007
   01/11/2006 a 30/11/2006
   01/09/2006 a 30/09/2006
   01/08/2006 a 31/08/2006
   01/07/2006 a 31/07/2006
   01/06/2006 a 30/06/2006
   01/05/2006 a 31/05/2006
   01/04/2006 a 30/04/2006
   01/03/2006 a 31/03/2006
   01/02/2006 a 28/02/2006
   01/01/2006 a 31/01/2006
   01/12/2005 a 31/12/2005
   01/11/2005 a 30/11/2005
   01/10/2005 a 31/10/2005
   01/09/2005 a 30/09/2005
   01/08/2005 a 31/08/2005
   01/07/2005 a 31/07/2005
   01/04/2005 a 30/04/2005
   01/03/2005 a 31/03/2005
   01/02/2005 a 28/02/2005
   01/01/2005 a 31/01/2005
   01/12/2004 a 31/12/2004
   01/11/2004 a 30/11/2004
   01/10/2004 a 31/10/2004
   01/09/2004 a 30/09/2004
   01/08/2004 a 31/08/2004
   01/07/2004 a 31/07/2004


Links Legais (ordem alfabética)
   Adão Iturrusgarai
   Allan Sieber
   Ana Luz
   André Dahmer
   Angeli
   Antropofocus
   Areia Hostil
   Arnaldo Branco
   Bagunça Organizada
   Beto
   Banda Grossa
   Benett
   Blog do Tas
   Bruno Motta
   Caco Galhardo
   Caio Lancharge
   Ceson
   Carlos
   Chiquinha
   Claudio Mor
   Clube da Comédia
   Clube da Comédia Blog
   Cortante
   Dani Gump
   Daniel Lafayette
   Diego Cardona
   Diogo Portugal
   Emilio Boechat
   Erik
   Fernando Gonzales
   Flávio
   Gabriel Renner
   Galvão
   Glauco
   Guabiras
   Gustavo Daher
   Izidro
   Juliana Destro
   Koostela
   Laerte
   Leo Mágico
   Lourenço Mutarelli
   Lupe
   Marcela Leal
   Márcio Baraldi
   Marcio Reiff
   Marjorie
   Mauricio Rett
   Mico na Rede
   Milla
   Moskito
   Muamba
   Murilo Gun
   Nadaver
   Natan
   Nômade Urbano
   Nona Arte
   Orlandeli
   Ota
   Pablo Mayer
   Pato de Laranja
   Plínio Fuentes
   Programa 98 in rock
   Pryscila
   Rafinha Bastos
   Raquel Gompy
   Revista F
   Rômolo
   RoninSoul
   Ryot
   Sassá
   Shantall
   Sheyla
   Tieli
   Uma dama não comenta
   Vote Nulo
   Zefiuza
Vota aí...
  Dê uma nota pra isso aqui!

 



 

apenasdanilo@gmail.com