MEU CARRO VALE OURO

Tenho um gol quadrado. Motor mil. Ele está riscado, amassado e sujo. Não tem toca-fitas. Mas vocês não sabem como sou feliz com ele.

No momento da atual conjuntura não troco meu carro velho e feio por um novo e bonito. Talvez porque eu seja um cara prático. Não tem nada mais prático do que ter um carro velho e feio (que funcione claro).

Olha meu amigo. Ele gastou todas economias e comprou um carro novo. Além dos gastos com a prestação, gasta com gasolina, seguro, acessórios, estacionamento e até com flanelinhas.

Eu só gasto com gasolina. E gasto bem menos porque meu carro é mil. Tudo bem que o carro do meu amigo faz 200 km/h e o meu só faz 120. Mas e daí? Não posso passar de 60 mesmo senão tomo multa.

- Tio, quer que cuida do seu carro?
- Não.
- Vou riscar ele.
- Duvido que consiga achar um lugar com tinta aí pra fazer um risco. Mas se encontrar, tudo bem. Fique a vontade.

Viu? Posso estacionar meu carro em qualquer lugar, sem ceder a chantagem de ninguém. Sabe como isso se chama? Dignidade!

Quando meu amigo estaciona seu carrão na rua, fica preocupado. Toda hora olha pela janela pra ver se alguém está mexendo nele.

Eu deixo minha carroça em qualquer canto sem esquentar a cabeça. Deixo em qualquer bocada. Ninguém quer aquela merda. Nem de graça.

E no calor então. Ando de vidro aberto de dia e de noite. Escancarado. Não tenho paranóia nenhuma. Quem, em sã consciência assaltaria um pérrapado numa banheira daquelas? Nem som meu carro tem pra ser roubado!

Meu amigo não. Ele só anda de vidro fechado. Tudo bem que tem ar condicionado. Mas ele anda olhando pros lados. Sempre que para no farol começa a paranóia:

- Olha pra trás. Ta vendo alguém vindo em nossa direção? Hein?
- Não. Tudo limpo aqui atrás!
- E do lado...olha ai do lado. Algum suspeito?
- Não. Tudo em ordem.
- Minha nossa...se segura....vou sair no pinote, tem gente vindo ali.
- Calma..é só uma velha aleijada querendo atravessar a rua. Calma! Vai matar ela!

- Vou mesmo! Ela quer meu carro essa desgraçada! Eu sei que ela quer!

Seqüestro relâmpago? Com certeza não sou o público alvo dos seqüestradores. Pelo meu carro dá pra perceber que não tenho dinheiro. Na verdade dá pra ver que não tenho nem conta em banco.

Tudo bem que perco a chance de sair com algumas gostosas porque meu carro é velho. Mas mais uma vez meu carro me protege. Dessa vez das vagabundas interesseiras. Só sai comigo quem realmente gosta de mim pelo que eu sou. E tem que gostar muito pra ter coragem de desfilar por ai dentro de um carro velho igual o meu.

Meu carro velho consegue ir nos mesmos lugares que o carro do meu amigo vai. Só tem uma diferença: Meu carro serve pra me servir. Meu amigo serve pra servir o carro.


Tudo bem. Eu digo isso porque sou pobre e não posso comprar um carro novo. Estou com inveja? Sim! Mas sou um invejoso que anda tranquilo por aí. De vidro aberto e tudo mais.

obs: duas semanas depois de escrever esse post, roubaram meu carro em frente de casa...



Escrito por Danilo Zero às 06h43
[   ] [ envie esta mensagem ]




É CARNAVAL!

Todo país tem um povo. Todo povo tem uma festa típica. Toda festa típica tem um significado, ou seja, enquanto festejam, estão comemorando algo importante para a nação.

O Brasil não tem povo, tem Zé povinho. Zé povinho não faz festa típica, faz carnaval. O carnaval não tem significado, ou seja, enquanto o Zé povinho festeja, não estão comemorando NADA de importante pra país algum desse mundo de meu Deus.

Ligo a TV em fevereiro. Todo mundo está sorrindo e comemorando! Gostaria de saber o que comemoram e do que tanto riem. Deve ser de mim. Com certeza é de mim que todos estão rindo! Eles devem me imaginar em casa, em pleno feriado de carnaval. Devem pensar:
 
- Ahhaha... Em pleno carnaval o Danilo está em casa. Não está se drogando, nem dando. Nem comendo nenhuma vagabunda por aí. Nem desfilando com fantasias cheias de plumas. Ele é um idiota mesmo! Vamos rir dele!
 
Por falar em fantasias cheias de plumas, o único desfile que gosto de assistir é o da Gaviões da Fiel. Não porque sou corinthiano. Estou cagando pra isso. Na verdade, a graça do desfile alvi-negro é ver, aqueles caras machões, que nos estádios brigam e batem em todo mundo, desfilando com plumas rosas e fio dental enfiado na bunda.

Já que toquei no assunto da Gaviões da Fiel, só existe uma coisa mais ridícula do que o desfile de carnaval do Rio de Janeiro. É o desfile de São Paulo. Você pegar uma coisa ruim, e tentar imitá-la de uma forma pobre é a pior coisa que se pode fazer. É como tentar fazer uma montanha de lixo usando tudo que é rejeitado pelo próprio lixo.

Aproveitando a deixa, vamos agora analisar os detalhes técnicos dos desfiles:

  • Samba enredo: Não sei como os jurados conseguem dar notas. Todos são iguais. Até mesmo os "diridiridiiii" e os "ooo coisa linda" que os puxadores fazem são igualzinhos. Deveria dar empate todo ano.
  • Carros alegóricos: Com o dinheiro de todos os carros de cada escola de samba, daria pra construir uma escola em cada comunidade que a mesma representa. Sem contar que, eu só entendo o que o carro alegórico significa, se o comentarista da rede Globo me contar.
  • Fantasias: Plumas, lantejoulas, espumas coloridas. Roupas perfeitas para personagens bíblicos, como os habitantes de Sodoma, ou Jezebel, por exemplo.
  • Portas-Bandeiras e Destaques das escolas: Deveriam todas essas mulatas gostosas ou branquelas siliconadas, desfilarem com uma faixa escrito: PUTA TIPO EXPORTAÇÃO, afinal, elas são os objetos mór dessa festa de turismo sexual.

O Carnaval é mais do que uma festa. É uma desculpa. Quem quer dar a bunda e reprimi isso, usa o carnaval como desculpa para fazê-lo. Quem tem merda na cabeça, usa o carnaval como desculpa para encher a cara, pegar o carro e matar alguém atropelado. Quem usa droga ou nunca usou mas sempre quis usar, usa o carnaval como desculpa para uma overdose.

Comecei o texto dizendo que o carnaval não tinha significado. Retiro o que disse. Descobri o sentido do carnaval: Eles festeja tudo que há de ruim dentro das pessoas. É no carnaval que todos liberam seus demônios. Se o ibope fizesse uma pesquisa sobre "atitudes fdps", com certeza, o pico seria no carnaval. Até prédio desabada ou pega fogo nessa época.

Eu sei. Preciso parar de ser ranzinza e começar a enxergar o lado bom das coisas, afinal, o Carnaval é o espetáculo da alegria e do sonho! Como não percebi isso antes?

Brasileiros sorrindo, felizes como nunca nos desfiles. Sorrir em um país onde se paga o máximo para não se ter nem o mínimo? Claro! Só o espetáculo do sonho pra providenciar isso!

Socialites com pneus e caras apodrecidas pelas plásticas, desfilando semi-nuas, crentes que são as gostosas? Claro! É sonho também!

E o que dizer de favelados felizes, que trabalham duro o ano inteiro no barracão da escola de samba, e depois são obrigados a pagar carnê pra desfilar? Poxa! Isso é legal demais! Pagar pra desfilar enquanto seus oito filhos não tem nem leite na mamadeira? É sonho puro!

Engraçado. Os favelados trabalham pra escola o ano todo e pagam pra desfilar em um lugar que ninguém vê. Os "artistias" chegam dez minutos antes do desfile, ficam no alto do carro alegórico e ainda ganham uma bolada pra isso. É como se o burro construísse uma charrete para o condutor montar em cima dele. Consegue imaginar uma festa melhor do que o carnaval? Eu não!

Ooooo tindolelê!

Queria ser presidente por um dia. Faria uma lei que anulasse o carnaval em prol da nação. Argumentos lógicos não me faltam: Diminuição de acidentes; menor índice de HIV positivo; melhorar imagem do país no exterior; cortar semana ociosa para que aumento da nossa renda; valorizar a imagem da mulher brasileira; investir os 2 bilhões por ano do carnaval em educação; diminuir consumo de drogas nesse período....

Acho que não teria o apoio popular pra isso. Já tivemos presidentes que afundaram a educação, a habitação, a reforma agrária, a inflação, a renda familiar, os empregos, e até mesmo presidente que roubou nossa poupança. Ninguém reclamou. Porém se eu acabasse com o carnaval certamente me matariam.

Mesmo sabendo o risco que corro, aceitaria essa missão suicida, afinal, é melhor morrer no país do carnaval do que viver no carnaval desse pais.



Escrito por Danilo Zero às 05h06
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
<-- s i t e !
 
Posts Arquivados
   01/01/2007 a 31/01/2007
   01/11/2006 a 30/11/2006
   01/09/2006 a 30/09/2006
   01/08/2006 a 31/08/2006
   01/07/2006 a 31/07/2006
   01/06/2006 a 30/06/2006
   01/05/2006 a 31/05/2006
   01/04/2006 a 30/04/2006
   01/03/2006 a 31/03/2006
   01/02/2006 a 28/02/2006
   01/01/2006 a 31/01/2006
   01/12/2005 a 31/12/2005
   01/11/2005 a 30/11/2005
   01/10/2005 a 31/10/2005
   01/09/2005 a 30/09/2005
   01/08/2005 a 31/08/2005
   01/07/2005 a 31/07/2005
   01/04/2005 a 30/04/2005
   01/03/2005 a 31/03/2005
   01/02/2005 a 28/02/2005
   01/01/2005 a 31/01/2005
   01/12/2004 a 31/12/2004
   01/11/2004 a 30/11/2004
   01/10/2004 a 31/10/2004
   01/09/2004 a 30/09/2004
   01/08/2004 a 31/08/2004
   01/07/2004 a 31/07/2004


Links Legais (ordem alfabética)
   Adão Iturrusgarai
   Allan Sieber
   Ana Luz
   André Dahmer
   Angeli
   Antropofocus
   Areia Hostil
   Arnaldo Branco
   Bagunça Organizada
   Beto
   Banda Grossa
   Benett
   Blog do Tas
   Bruno Motta
   Caco Galhardo
   Caio Lancharge
   Ceson
   Carlos
   Chiquinha
   Claudio Mor
   Clube da Comédia
   Clube da Comédia Blog
   Cortante
   Dani Gump
   Daniel Lafayette
   Diego Cardona
   Diogo Portugal
   Emilio Boechat
   Erik
   Fernando Gonzales
   Flávio
   Gabriel Renner
   Galvão
   Glauco
   Guabiras
   Gustavo Daher
   Izidro
   Juliana Destro
   Koostela
   Laerte
   Leo Mágico
   Lourenço Mutarelli
   Lupe
   Marcela Leal
   Márcio Baraldi
   Marcio Reiff
   Marjorie
   Mauricio Rett
   Mico na Rede
   Milla
   Moskito
   Muamba
   Murilo Gun
   Nadaver
   Natan
   Nômade Urbano
   Nona Arte
   Orlandeli
   Ota
   Pablo Mayer
   Pato de Laranja
   Plínio Fuentes
   Programa 98 in rock
   Pryscila
   Rafinha Bastos
   Raquel Gompy
   Revista F
   Rômolo
   RoninSoul
   Ryot
   Sassá
   Shantall
   Sheyla
   Tieli
   Uma dama não comenta
   Vote Nulo
   Zefiuza
Vota aí...
  Dê uma nota pra isso aqui!

 



 

apenasdanilo@gmail.com